Polícia

Mãe investigada por agressões a filha de 3 anos é presa

A prisão da mãe investigada por agressões físicas cometidas contra a própria filha, uma criança de 3 anos, ocorreu nesta terça, (6), em Chapecó.

Conforme apurado, a investigada teria agredido intensamente a vítima no interior da residência da família, motivada pelo descontentamento com o fato de a criança apresentar dificuldades para acionar o mecanismo de descarga de um vaso sanitário.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Em razão das agressões, a criança sofreu uma séria fratura femural, ficando impossibilitada de se locomover.

Ainda assim, a mãe teria omitido-se de levar a criança para atendimento médico, mantendo-a em casa por aproximadamente sete dias, para ocultar a prática do crime.

A criança somente recebeu socorro quando a situação foi percebia por uma vizinha, que interveio em seu favor.

Após o atendimento médico, os fatos foram comunicados à DPCAMI de Chapecó, que, em 24 horas, instaurou o inquérito policial com provas do ocorrido e representou ao Poder Judiciário pela expedição do mandado de prisão.

Na data de hoje, após parecer favorável do Ministério Público, a ordem de prisão foi expedida pelo juiz competente.

A suspeita foi capturada pela equipe da DPCAMI após poucas horas. Em interrogatório, negou o crime, afirmando que a criança caiu de uma escada.

A presa foi encaminhado à Penitenciária de Chapecó, onde fica à disposição da Justiça.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios