DestaqueEconomia

Lojistas projetam aumento de vendas no Natal

As vendas de Natal no comércio chapecoense ganharam um estímulo neste ano. A campanha Natal Premiado da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Chapecó já está em andamento e movimentará R$ 100 mil em prêmios instantâneos até o final de dezembro. A cada R$ 100 em compras nas lojas participantes, o consumidor ganha um cupom para raspar e concorrer na hora a R$ 25, R$ 50, R$ 100 e R$ 500.

O presidente da CDL, Clóvis Afonso Spohr, projeta a circulação de R$ 100 milhões no período da promoção, o que contribuirá para a retomada da economia local, fortemente impactada pela pandemia.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

“Ao todo são 1.319 cupons premiados e um milhão de unidades espalhadas nas lojas associadas e cadastradas na campanha. A nossa promoção chega para somar com as já projetadas pelos empresários e representa o otimismo e a resiliência do comércio chapecoense”, destaca.

O dirigente reforça que o formato inédito da campanha respeita as medidas preventivas impostas pela pandemia e estimula a valorização do comércio local, especialmente os pequenos estabelecimentos, que foram os mais atingidos pela crise sanitária.

“A promoção é um bônus para incentivar os consumidores a comprarem nas lojas da cidade, além de um diferencial para os lojistas explorarem na hora da venda. Estamos sentindo uma melhora gradual desde julho e o período de final de ano é a nossa grande aposta para recuperarmos as perdas e movimentarmos o setor no município”, sublinha Spohr.

Pesquisa

Levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) revela que 46,6% dos comerciantes catarinenses entrevistados têm expectativa de aumento nas vendas para o Natal, em relação ao mesmo período do ano passado. Entre os empresários ouvidos, 32,1% projetam um crescimento acima de 5%. O tíquete médio está previsto em R$ 198,00.

Os produtos mais procurados para a grande data do varejo, de acordo com o levantamento, serão roupas e calçados (31,2%), brinquedos (20,8%), eletroeletrônicos (14,5%), chocolates (12,2%), móveis e eletrodomésticos (8,8%) e livros e itens de papelaria (3%).

Na hora do pagamento, o cartão de crédito estará na preferência de 60,5% dos clientes. O crediário aparece nas respostas de 14,8%. E completam a lista de alternativas o pagamento à vista no cartão de débito, com 14,5%, e à vista em dinheiro, com 9,7%.

Apesar das incertezas da economia e a insegurança do ano atípico, o presidente da CDL Chapecó aposta na relevância da data para manter o comércio aquecido.

“As compras on-line cresceram muito neste ano e exigiram adequações e mudanças dos lojistas para atrair clientes e assegurar vendas. Está sendo um ano difícil para todo mundo, mas o Natal sempre nos traz alento e esperança de dias melhores”, afirma Clóvis.

Horário de atendimento

A CDL sugere aos comerciantes horários para abertura das lojas no período de fim de ano. A entidade ressalta que a proposta serve como orientação aos associados para o atendimento especial aos clientes no período pré e pós-Natal 2020, já que Decreto Municipal nº 3.390, de 30 de novembro de 1993, estabelece horário livre para o comércio na cidade.

Para a primeira semana de dezembro, o horário sugerido é até às 19h. Nos dois primeiros sábados (5 e 12), “Dias D”, a proposta de atendimento é até às 17h e no primeiro domingo do mês (6) das 16h às 20h. A segunda semana (7 a 11) propõe a abertura das lojas até às 20h, com horário estendido nos próximos dois domingos (13 e 20) das 16h às 21h, limite de horário também sugerido para as outras duas semanas do mês.

Para o sábado (19), a sugestão é até às 18h e nas vésperas de Natal e Ano Novo (24 e 31) até às 16h. A CDL também propõe atendimento matutino no último sábado de dezembro (26) e no primeiro de janeiro (2).

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios