Destaque

Lançado o Regulariza Chapecó para agilizar processos habitacionais

Foi lançado na manhã desta segunda (1º), no auditório da Prefeitura, o Regulariza Chapecó, mais uma ação da Administração Municipal, visando desburocratizar e agilizar o atendimento à população. O sistema pode ser acessado diretamente no site da Prefeitura (www.chapeco.sc.gov.br), na aba Secretarias>Diretoria de Regularização Fundiária e Habitação.

“Queremos que os processos sejam mais rápidos, que as pessoas saibam quando tem uma pendência, para que busquem o quanto antes uma solução, para que o processo não fique parado. Para nós regularizar é tão importante quanto construir”, disse o prefeito, João Rodrigues.

✅ Quer receber informações no seu celular: Clique AQUI e receba NOTÍCIAS EM SEU WHATSAPP

De acordo com a Diretora de Regularização Fundiária e Habitação, Edi Folle, o sistema vai facilitar a vida da população e do setor imobiliário.

“O sistema abrange deste o protocolo até a emissão do memorial ou Certidão de Regularização Fundiária. Com isso vamos dar mais celeridade aos processos. O sistema também vai indicar quando falta algum documento e estipular prazos para os processos, de acordo com novo decreto que será sancionado nos próximos dias”, disse Edi Folle.

Ela destacou que na atual gestão foram entregues mais de duas mil titulações entre matrículas, liberação de hipotecas e certificados. O Fundo de Habitação tem R$ 14,8 milhões que vai auxiliar na implantação de habitação de interesse social, que vai beneficiar 202 famílias.

No mesmo ato foram entregues CRFs para dos núcleos privados da avenida Leopoldo Sander, denominado Vilma Schneider Lucca e Denico Luiz Lucca, e no Bairro Trevo, denominado “José Boff e Outros”, totalizando 37 famílias.
O vereador Wilson Cidrão representou o Legislativo no ato.

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios