Destaque

Justiça bloqueia Whatsapp de Valdir Colatto por fake news

A justiça eleitoral determinou o bloqueio da conta de Whatsapp do ex-deputado federal Valdir Colatto por compartilhar fake news. O bloqueio vale até o dia 16 de novembro, dia seguinte ao da eleição.

A decisão foi motivada por um ação dos advogados da coligação “Chapecó Acima de Tudo”, (PSD, PP, PSC, PROS, PL, Republicanos e DEM). De acordo com o advogado Jauro Von Gehlen, o ex-deputado Valdir Colatto compartilhou uma notícia de 15 de junho de 2020, em que o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso deu ao programa Roda Viva. Nessa entrevista o ministro afirmou que condenados em segunda instância não poderiam ser candidatos.

Acontece que além de ser velha nesta notícia foi acrescentado o seguinte comentário. “Candidatura de João Rodrigues deve ser impugnada na última semana da eleição. Ministro Barroso promete derrubar liminares de candidatos ficha suja.”

Gehlen destacou que em nenhum momento a matéria fala de eleições municipais e nem cita o candidato João Rodrigues. A criação ou o compartilhamento do texto acabou caracterizando uma tentativa de causar confusão no eleitorado, segundo o advogado.
O juiz Jeferson Vieira também entendeu que se tratava de fake news que poderia prejudicar o processo eleitoral, persuadindo eleitores a não votarem no candidato, o que fere as regras eleitorais.

“Trata-se de informação nitidamente falsa e descontextualizada, pois não consta na notícia jornalística e tampouco foi objeto da entrevista do Ministro do TSE a situação jurídica da candidatura do representante”, justificou o magistrado, em sua decisão.

Já o pedido de bloqueio do Facebook não foi aceito. Também foi indeferido o pedido contra outra conta, que já havia sido bloqueada em outra ação, também por fake news. Esta conta também está bloqueada até o dia seguinte ao da eleição.

O advogado da coligação “Chapecó Acima de Tudo” ressalta que o registro da candidatura de João Rodrigues foi homologado pela justiça eleitoral de Chapecó, sendo confirmado por 7 a 0 quando foi negado um pedido de impugnação, em decisão do Tribunal Regional Eleitoral. Portanto, João Rodrigues está com os direitos políticos em dia.

O número da representação é Nº 0600609-67.2020.6.24.0094. A decisão pode ser conferida no link https://sedesc1-jud-01.tse.jus.br/mural-consulta-back-end/rest/publicacao/download/1329761

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios