DestaquePolícia

Irmãos são condenados a 26 anos de prisão por homicídio qualificado

O júri popular realizado no fórum da comarca de Chapecó, levou ao tribunal três irmãos e uma mulher. Dois irmãos, acusados de efetuar os disparos, foram condenados a penas de 12 e 14 anos, em regime fechado, por homicídio qualificado por motivo torpe e por emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima. O outro rapaz – que teria ficado do lado de fora da casa – e a mulher – que teria dirigido o carro para a fuga dos irmãos – foram absolvidos por falta de provas.

Os debates se estenderam por mais de sete horas. O conselho de sentença foi composto, através de sorteio, por seis mulheres e um homem. A sessão foi presidida pelo juiz Jeferson Osvaldo Vieira. Na acusação atuou o promotor de justiça, Eduardo Sens. A defesa foi feita pelos advogados Alexandre dos Santos Correia de Amorim e Ezequias Mayer Duarte.

O homicídio ocorreu no dia 16 de julho de 2017, no loteamento Expoente, bairro Seminário. De acordo com denúncia, dois deles entraram na casa e dispararam 14 vezes contra a vítima que morreu no local. Os acusados teriam fugido em um carro em que uma mulher os aguardava, próximo da residência. O motivo seriam desavenças entre as duas famílias.

Próximo júri popular

Nesta sexta (18) a sessão do Tribunal do Júri da comarca julgará o acusado pela morte de uma adolescente, de 16 anos, no bairro Santo Antônio, em Chapecó. Segundo denúncia, no dia 16 de setembro de 2017, o enteado teria confirmado se o pai saíra de casa para o trabalho e teria entrado na casa. Com uma faca atingiu sete golpes na jovem que estava dormindo na cama, ferindo o abdômen e o pescoço da vítima. Durante a madrugada do mesmo dia, o acusado procurou o pai para fazer uso de drogas em uma “casinha” ao lado da residência. Ele responderá por homicídio qualificado por emprego de meio cruel e por uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. O julgamento inicia às 13h30 (Autos n. 0009096-49.2017.8.24.0018). (Informações Núcleo de Comunicação Institucional/Comarca de Chapecó). 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios