DestaqueInternacional

Irã bombardeia base usada por americanos no Iraque

Duas bases no Iraque que abrigam forças americanas e iraquianas foram atingidas por mais de uma dúzia de mísseis nesta terça (7), informou o Pentágono. A base Ain Al-Asad, no oeste do país, é uma delas. A Guarda Revolucionária do Irã assumiu a responsabilidade pelos lançamentos dos mísseis.

A rede de televisão americana CNN informou que não há relato inicial de feridos ou mortos.

Segundo a rede CNN, pelo menos 10 foguetes atingiram a base de Ain Al-Asad. De acordo com uma rede estatal de TV iraniana, “dezenas de mísseis” foram lançados contra a base.

O Pentágono confirmou que “mais de uma dúzia de mísseis balísticos” foram lançados contra forças americanas e de coalizão no Iraque.

“Está claro que esses mísseis foram lançados do Irã”, declarou o Pentágono. “Estamos trabalhando em avaliar os danos iniciais da batalha”.

O presidente americano, Donald Trump, está a par do ataque, segundo a Associated Press. “O presidente foi informado e está monitorando a situação de perto e consultando sua equipe de segurança nacional”, disse a Casa Branca em comunicado.

De acordo com a rede de TV iraniana, o ataque é parte da operação de vingança de Teerã, chamada de “Mártir Soleimani”, contra a morte do general Qassem Soleimani, morto na semana passada em um ataque aéreo americano no Iraque.

De acordo com a rede de televisão árabe “Al Mayadeen”, citada pela Reuters,, há helicópteros americanos na cena e um estado de “alerta total” foi ativado.

A base aérea de Ain Al-Assad fica no oeste do Iraque, na província de Anbar. Começou a ser usada pelas forças americanas depois da invasão do Iraque pelos EUA em 2003, que derrubou Saddam Hussein. As tropas americanas também ficaram lá durante o combate contra o Estado Islâmico.

Houve também relatos de uma explosão em Erbil, na região curda no Iraque. (Fonte G1).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/IqM6dk1CKP9BPRhRZlDv3E 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios