Incêndio no CT do Flamengo: Dois catarinenses entre as vítimas

3009
FOTOS: Reprodução/Redes Sociais

Dois catarinenses estão entre os atletas que morreram após o Centro de Treinamento (CT) do Flamengo, no Rio de Janeiro, na madrugada desta sexta-feira (8). Vitor Isaías, natural de Florianópolis, e Bernardo Pisetta, de Indaial, no Vale do Itajaí, estavam no alojamento no momento do incêndio. O fogo teve início na madrugada desta sexta-feira (8), na unidade localizada em Vargem Grande, na Zona Oeste. As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio de Janeiro (RJ). Ainda não se sabe as causas do incêndio, que deixou ainda três adolescentes feridos.

A morte dos atletas foi confirmada por familiares. A lista oficial com os nomes das vítimas ainda não foi divulgada. Bernardo teve a morte confirmada pelas autoridades do Rio de Janeiro em comunicado aos pais. O adolescente atuava como goleiro e passou pelo Avaí. Ele esteve por dois anos no Athlético Paranaense, antes de se juntar aos jovens atletas do Flamengo.

Vitor Isaías, de 15 anos, atuava como atacante camisa 9 e há seis meses jogava pelo clube rubro-negro, após ser transferido do Athlético Paranaense.

Alexandre de Lima é primo de Bernardo e diz que os pais do menino foram para o Rio de Janeiro. Bernardo esteve em Indaial até segunda-feira, quando retornou para os trabalhos na base do Flamengo.