Destaque

Hostilizado em avião, Bolsonaro diz que opositores deveriam viajar de jegue

Enquanto apoiadores do presidente Jair Bolsonaro compartilharam, na tarde desta sexta (11), um vídeo do presidente entre sorrisos e pedidos de fotos com funcionários da companhia aérea Azul, na cabine de um avião parado em Vitória (ES), outro vídeo publicado nas redes sociais mostrou o fundo do mesmo avião, com passageiros gritando “fora Bolsonaro”, “genocida” e mostrando o dedo do meio para o presidente.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

A “guerra de versões” teve início com um vídeo postado por bolsonaristas. É possível ver uma das funcionárias da companhia dizer “eu não acredito” e sorrir diante da presença do presidente. Ela agradece pela foto. “Quem fala ‘fora Bolsonaro’ devia estar viajando de jegue, não de avião. É ou não é? Para ser solidário ao candidato deles”, diz o presidente, diante do burburinho de outros passageiros. No vídeo, não é possível ouvir com clareza as críticas ao presidente. Depois, há um coro de gritos de “mito”.

Já no outro vídeo, fica mais claro o que motivou a fala presidencial. É possível ouvir um coro de vozes gritando especialmente “fora, Bolsonaro”, mas também vaias e gritos de “genocida”.

Pelas imagens, o presidente ficou cerca de um minuto na aeronave e, mesmo após as críticas feitas ao uso de máscaras, estava com o equipamento de proteção enquanto esteve na cabine. Mas foi fotografado sem o equipamento de proteção no terminal aéreo.

Procurada, a Azul informou que não iria se manifestar sobre o motivo de o presidente ter entrado em uma de suas aeronaves e, lá dentro, ao menos um de seus tripulantes ter retirado a máscara para fazer uma selfie com o presidente.

Bolsonaro esteve em Vitória (ES), na manhã desta sexta, para uma cerimônia de entrega de casas na cidade de São Mateus. Ele fez a visita surpresa no voo da Azul antes de sair do aeroporto e chegou a ficar sem máscara nas áreas comuns do terminal. Estava acompanhado do ex-senador e pastor Magno Malta e dos ministros da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Do R7/Com Estadão

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios