Destaque

Hospital Regional emite nota de apelo a população

A Diretoria Executiva da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira (ALVF), filantrópica que administra os hospitais HRO, HNSS e HC, o Conselho Delegado da ALVF, a Direção Técnica e Clínica do Hospital Regional do Oeste vem à publico APELAR à população para que procure a Emergência do HRO, APENAS em casos graves, caracterizados como Urgência e Emergência (Pronto Socorro).

A instituição vem operando com número reduzido de colaboradores devido aos afastamentos de profissionais Médicos e de Enfermagem em decorrência do contágio pela COVID-19, agravado pela carência, para não mencionar inexistência de profissionais disponíveis para contratação no mercado. 

Como já é de conhecimento público, amplamente divulgado pelos meios de comunicação social, voltamos a reiterar que o número de atendimentos poderá ser reduzido e o tempo de espera ampliado, além do que é previsto na Classificação de Risco. Por isso, reforçamos: antes de procurar o HRO, orientamos a todos que, necessitando de cuidados médicos, recorram à Rede Básica de Saúde tanto no município de Chapecó como nos municípios da região que encaminham seus munícipes para Chapecó.

A Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira reforça, por fim, a recomendação a todos para que sigam os cuidados básicos de prevenção ao contágio pelo Coronavírus: evitem as aglomerações, usem máscara, lavem as mãos ou utilizem álcool em gel para a higienização, e procurem ficar em casa, saindo apenas em casos de necessidade. Somente assim, poderemos contribuir para evitar o contágio e desafogar as nossas estruturas de atendimento hospitalar.

Chapecó, 13 de fevereiro de 2021.

GELSON DALLA COSTA

Presidente do Conselho Delegado de Administração – ALVF

REINALDO FERNANDES LOPES

Vice-Presidente da Diretoria Executiva – ALVF

  1. SÉRGIO LUIZ MOURA CASAGRANDE

Diretor Técnico

HRO DR. AMAURI ANTONIO BIAZI

Diretor Clínico HRO

OSMAR ARCANJO DE OLIVEIRA

Diretor-Geral do HRO

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios