Geral

Grávida de siameses que dividem o mesmo coração dá detalhes comoventes da gestação

Arlete do Nascimento Pinheiro, manicure de 22 anos de idade, moradora de Cuiabá (MT), está no sétimo mês de gestação de gêmeos siameses e vive uma angústia que nenhuma mãe deveria viver: Arlete não sabe se seus filhos sobreviverão.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Unidos pelo tórax, os bebês dividem o mesmo coração, o que torna o caso ainda mais delicado tanto para a mãe e a família quanto para as crianças.

Desde que deu início ao acompanhamento de sua gestação, Arlete recebe suporte de dois médicos. De acordo com ela, ambos os especialistas afirmam que não é possível realizar um procedimento cirúrgico para separar os bebês.

Unidos pelo tórax, os bebês dividem o mesmo coração, o que torna o caso ainda mais delicado tanto para a mãe e a família quanto para as crianças.

Desde que deu início ao acompanhamento de sua gestação, Arlete recebe suporte de dois médicos. De acordo com ela, ambos os especialistas afirmam que não é possível realizar um procedimento cirúrgico para separar os bebês.

A manicure explica que cada um tem seus próprios rins, estômago, bexiga e demais órgãos, porém, o coração é dividido e, por conta disso, não é possível realizar a cirurgia e as crianças terão que viver desta forma até quando for possível.

Arlete acrescente ainda que sua gestação é complicada e, por conta disso, as crianças podem vir a morrer ainda na barriga. Porém, ela diz que todos estão fazendo o possível e torcendo para que nasçam com saúde.

“Ela fala: ‘mamãe, eles vão nascer? Eles estão demorando demais pra sair daí’, e eu falo com meu marido: como que vou explicar para ela quando eles saírem e não puderem vir para casa?”, afirmou.

Arlete acrescentou ainda dizendo que está recebendo todo o apoio necessário por parte de suas amigas do trabalho e de seus familiares para manter viva a esperança em dias melhores. Do RS Agora

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios