Destaque

Governo volta a cobrar do Butantan entrega imediata da CoronaVac

O Ministério da Saúde enviou um ofício ao Instituto Butantan no qual reiterou o pedido de entrega “imediata” de 6 milhões de doses importadas da vacina contra a Covid-19.

O documento foi enviado nesta sexta (15) e é assinado pelo diretor do Departamento de Logística em Saúde do ministério, Roberto Ferreira Dias.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Na sexta, o governo federal pediu ao Butantan a entrega “imediata” de 6 milhões de doses. O instituto, então, respondeu que é “praxe” uma parte das doses permanecer com o Butantan. A instituição indagou, ainda, quantas doses permanecerão em São Paulo.

Em resposta a esse questionamento do Butantan, o ministério afirmou:

“Em relação à solicitação […] no que tange a informação acerca do quantitativo destinado ao estado de São Paulo […], informamos que a responsabilidade pela elaboração, atualização e coordenação do plano nacional de operacionalização da vacinação contra a Covid-19 é do Ministério da Saúde”, afirmou o ministério.

O diretor do Departamento de Logística em Saúde, então, acrescentou: “Há a necessidade da imediata entrega das 6 milhões de doses para que o cronograma de distribuição das doses não seja comprometido e não ocorra atraso no início da vacinação da população brasileira, sendo ressaltado que todas as etapas da distribuição contará com apoio do Ministério da Defesa”.

“Reiteramos os termos do ofício […], solicitando o pronto atendimento do pleito, com a urgência que o caso requer”, concluiu Roberto Ferreira Dias. Do G1

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios