DestaquePolítica

Fórum Ibero-Americano debate fortalecimento do crédito para pequenas empresas

Definir estratégias para o apoio às micro e pequenas empresas e difundir as experiências ibero-americanas e de outras nações sobre as melhores práticas realizadas pelas instituições e pelos sistemas de garantia e financiamento de crédito. Esses foram os objetivos do 24º Fórum Ibero-Americano de Sistemas de Garantia e Financiamento de Crédito para Micro, Pequenas e Médias Empresas que reuniu mais de 400 participantes, de 22 países, na última semana, em Foz do Iguaçu (PR).

O evento foi organizado pela Sociedade de Garantia de Crédito (SGC Central) e pela Associação Rede Ibero-americana de Garantias (REGAR), com apoio institucional da Cresol, do Sebrae, do Galileo Network, do Sicoob Unicoob e do Fomento Paraná, e com a colaboração de World Bank Group, CAF, SME Finance Forum, AECM, ALIDE, Banco Centroamericano de Integración Económica (BCIE) e Red Iberoamericana.

Segundo o gerente regional Oeste do Sebrae/SC, Enio Albérto Parmeggiani,o debate proporcionado pelo evento contribuirá para uma transformação no sistema de garantia de crédito brasileiro. “Essa temática tem chamado a atenção tanto do Governo quanto dos empreendedores, principalmente, porque o processo de regulamentação do sistema nacional de garantias no Brasil foi iniciado pela União por meio do Ministério da Economia e pelo Banco Central”, observou. Para Parmeggiani, o fortalecimento do sistema de garantia de crédito contribui diretamente para fomentar e impulsionar os micro e pequenos negócios que estão em ampla expansão em todo o território nacional.

Para o presidente da SGC Central, Augusto José Sperotto, essa 24ª edição do fórum representa um divisor de águas, pois comprovou a direção correta que os países almejam. “Estamos crescendo, adquirindo maturidade, profissionalismo e segurança, características perseguidas pelo sistema financeiro. Os representantes dos outros países, por seus depoimentos e exemplos, confirmaram que nossa trajetória está no rumo certo, com isso construiremos um grande sistema de garantia que transformará o sistema financeiro, porque quem tem garantia domina o crédito”, analisou ao destacar que o foco da iniciativa é proporcionar crédito para micro e pequenas empresas, que necessitam de ajuda e de recursos, para impulsionar o desenvolvimento e proporcionar dignidade aos empresários.

Sperotto também enalteceu a participação do prefeito de Chapecó Luciano Buligon, que prestou homenagem aos colombianos em retribuição pelo que fizeram em função do trágico acidente com o avião da Chapecoense. “Senti orgulho em ser brasileiro, pelas palavras proferidas pelo prefeito, que teve uma capacidade extraordinária de relatar com maestria, equilíbrio e consistência o que aconteceu. Não é necessário resgatar o passado, porém é fundamental o reconhecimento e a valorização dos nossos amigos colombianos” afirmou ao relatar que o discurso emocionou uma plateia de mais de 400 participantes.

De acordo com o secretário-técnico da REGAR, Pablo Pombo, o fórum viabilizou a troca de experiências e o estabelecimento de parcerias. “Foram firmados acordos importantes do sistema de garantia de crédito para que as empresas brasileiras tenham acesso ao crédito. Além disso, tivemos a oportunidade de conhecer exemplos de várias regiões do mundo e perceber que o processo de agilização dos processos de liberação deve ser imediato e implementado em todos os modelos de CGS”, destacou.

O coordenador de acesso a serviços financeiros do Sebrae/PR, Flavio Locatelli Junior, destacou que o evento foi realizado pela primeira vez pela SGC Central, motivada pelo Sebrae à tomar frente desse processo e desenvolver seu próprio caminho. “Foram dois dias de debates importantes voltados a melhoria do ambiente de negócio, mas principalmente, focados no fortalecimento do crédito dessas empresas, por meio dos mecanismos de garantia”, comentou.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios