Geral

Família acusa hospital por morte de menino sem diagnóstico de covid-19

A família do menino Lucca Fernandez da Cruz, de quatro anos, morto no dia 25 de maio com suspeita de ter contraído covid-19, no Hospital Regional de Cotia, na Grande São Paulo, acusa a unidade médica de negligência no processo de intubação do paciente. O garoto teve o diagnóstco negativo para a doença em exames q ficaram prontos nesta quarta-feira (3). As informações são da Record TV.

O pai de Lucca deu entrada com o garoto na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Atalaia no dia 24 de maio. De acordo o familiar, o menino apresentava dores no corpo, febre e uma pequena dificuldade de respirar.

Ainda segundo os parentes, Luca foi medicado e liberado. No entanto, ele voltou a passar mal depois de voltar para casa. No retorno à unidade, a criança foi encaminhada ao Hospital Regional de Cotia, já durante a madrugada.

Na chegada à unidade hospitalar, Lucca foi isolado na emergência infantil com suspeita de covid-19. Ainda de acordo com o pai, os médicos tentaram intubar o menino devido à baixa saturação. Cerca de 30 minutos depois, a família foi informada de que o garoto teria sofrido uma parada cardíaca e que havia morrido.

“Foi um procedimento muito controverso. Não queria que intubasse ele. Ele estava resistindo à máscara. Colocava a máscara de ar e ele resistia. Eu estava lá no momento quando foram intubar ele, eu ouvi os gritos dele dizendo para parar. Eu fiquei com medo de entrar lá e fazer parar tudo e ele falecer. Mas não adiantou”, contou o pai de Lucca.

Por meio da secretaria estadual de Saúde, o Hospital Regional de Cotia informou que “prestou todo o atendimento ao paciente, que deu entrada em estado gravíssimo, com saturação extremamente baixa” e que foi necessária a intubação, diante do quadro clínico.

“Apesar de todos os cuidados, não respondeu aos tratamentos e evoluiu para óbito. Foi realizado teste para a covid-19, que o resultado foi negativo”, complementou a secretaria. (Fonte R7/TV Record).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios