Destaque

Corpo do empresário Paulo Batistello foi encontrado em cachoeira

Atualizada

O ex-vereador e empresário chapecoense, Paulo Batistello, estava desaparecido desde o último domingo (3), depois de quase uma semana de buscas, no final da manhã desta sexta (8), a polícia informou que localizou o corpo do mesmo.

Paulo fazia tratamento de recuperação na Fazenda Esperança, proximidades do Goio-En, em Chapecó, de onde fugiu no domingo (3).

De acordo com a família, Paulo José Batistello, de 64 anos foi internado na Fazenda Esperança, no Distrito de Goio-Ên, para iniciar um tratamento contra o alcoolismo.  Ele desapareceu pela primeira vez na madrugada de domingo (3), mas foi encontrado no mesmo dia caminhando às margens da SC-480, a cerca de 10 km da casa de recuperação.

Batistello foi novamente internado, porém, desapareceu ao meio dia de domingo, mas desta vez, não foi mais visto.

Após cinco dias de buscas, que contaram com apoio de familiares, amigos, policiais, bombeiros e um helicóptero da Polícia Civil, o corpo de Batistello foi localizado no fim da manhã desta sexta, em uma cachoeira, na Linha Almeida.

O delegado Thiago de Oliveira, que acompanhou as buscas, disse que o corpo foi localizado por volta das 10h30, em uma cascata de aproximadamente 20 metros de altura e a cerca de 100 metros da casa de recuperação.

“Tudo indica que ele teria despencado acidentalmente do local, pois possuía bastante escoriações no corpo. Não há indícios criminosos neste caso”, disse Oliveira.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Chapecó foi acionada para resgatar o corpo com técnicas de rapel, visto ser um local de difícil acesso. O IGP (Instituto Geral de Perícias) realizou a perícia.Paulo Batistello trabalhava com produção de eventos. Ele foi vereador entre os anos de 1993 e 1996. Foi candidato ainda nas eleições de 1988 e 1996. Ele também foi coordenador-geral da Efapi (Exposição-Feira Agropecuária, Industrial e Comercial) de Chapecó em 1997.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios