Destaque

Em semana com recorde de mortes, Meio Oeste, Serra e Oeste catarinense atingem colapso na Saúde

Santa Catarina está a um passo do colapso total no sistema de Saúde. O Estado registrou 92 mortes nesta quinta (10), e atingiu 92% de ocupação dos leitos adultos destinados para tratamento da covid-19. Nas regiões do Meio Oeste, Serra e Oeste a ocupação é de 97%, com sete dos 11 hospitais nessas regiões com 100% dos leitos ocupados. Nessas regiões, são apenas sete vagas de UTIs livres e 258 ocupadas. Outras quatro unidades nessas regiões tem mais de 90% de ocupação e em uma, 85% dos leitos estão ocupados.

No Vale do Itajaí, a ocupação para os mesmos tipos de leitos é de 96,8% e na Grande Florianópolis está em 91,5%.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Estado vive o pior momento da pandemia e esta semana, Santa Catarina registrou os maiores números de mortes por causa da doença, com 91 óbitos na quarta e 92 mortes nesta quinta, 10, o mais alto desde o início da pandemia.

O recrudescimento da doença, principalmente com crescimento de mortes, também agravou em 21 estados e no Distrito Federal esta semana. Os principais fatores apontados pelos especialistas é o baixo isolamento social e a sobrecarga dos sistemas de saúde.

Esta semana o governador Carlos Moisés (PSL) sancionou legislação que torna as aulas presenciais serviço essencial na pandemia, enquanto o Estado enfrenta déficit de leitos. O Ministério Público cobrou respostas sobre como deve ser esse retorno e apontou que, no entendimento do Ministério Público, a nova lei não permite mais que a rede de ensino deixe de oferecer atividades presenciais.

O Secretário de Saúde do Estado, André Motta, anunciou a abertura de novos leitos nesta quina, em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB)e o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (COSEMS), serão 170 novos leitos, mas previstos somente para 2021. (Fábio Bispo/Coluna Pelo Estado).

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios