Destaque

Documentos finais da Regularização Fundiária da Baronesa são entregues ao Incra

Após vencida a etapa junto ao Cartório de Registro de Imóveis de Chapecó, a Administração Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente (Sedema), entregou no início deste ano, os últimos documentos ao Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), proprietário, de direito, das terras em questão. Essa é a fase que precede o processo final da Regularização Fundiária da Linha Baronesa da Limeira, interior de Chapecó, que irá beneficiar diretamente 118 famílias. 

A Prefeitura recebeu do Cartório e entregou ao Incra, devidamente assinada e registrada, a retificação de 22 escrituras-mães que serão analisadas pelo Instituto. No despacho, o Incra informará ao Município o nome dos proprietários rurais que receberão suas escrituras. “Estamos trabalhando para que esses moradores não sejam proprietários apenas de fato dessas áreas, mas também de direito”, explicou o Secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Valdir Crestani. 

Até o momento foi feita toda a parte de levantamento de campo, apresentados os mapas, a Declaração da Secretaria de Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural de Santa Catarina do Estado e o material descritivo das áreas, conforme exigido tecnicamente pelo Cartório de Registro de Imóveis. Será mais uma conquista história para Chapecó. E tivemos do Cartório, da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural e da Superintendência Regional do Incra em Santa Catarina, a confiança necessária para transmitir aos moradores a perspectiva de terem em mãos uma documentação legal e própria”, disse o Prefeito, Luciano Buligon. 

Toda a documentação já foi apreciada pelos técnicos do Cartório de Registro de Imóveis. Foi realizada a análise da documentação, que possibilitou a delimitação das áreas, divisão dos lotes e posteriormente, a obtenção das matrículas individualizadas. “Agradecemos a dedicação das partes para atenderem a parte técnica, indispensável à finalização do procedimento”, destacou o Oficial Interino do Cartório, Gelson Ferri.  

Em nome da Comissão de Acompanhamento da Regularização Fundiária da Baronesa, o representante dos moradores, Dirceu Fortes, agradeceu o empenho e a persistência dos técnicos da SEDEMA para a obtenção dos documentos necessários, e falou da conquista histórica para as famílias que o processo representa.  “A Baronesa da Limeira, depois de aproximadamente 80 anos, os seus moradores, os seus ocupantes, vão ser proprietários de fato e de direito dessa área do Incra. Queremos também agradecer o atendimento do cartório e a compreensão na análise urgente dessa documentação”, destacou Fortes. 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios