Polícia

DNA confirma que corpo encontrado na Bahia é de Bernardo, morto pelo pai

A Polícia Civil do Distrito Federal confirmou, na noite deste sábado (7), que o corpo encontrando em uma rodovia na Bahia é de Bernardo Osório, de 1 ano e 11 meses. O pai do garoto, Paulo Roberto de Caldas Osório confessou ter assassinado o filho.

Durante a tarde deste sábado, peritos do Instituto de Pesquisa de DNA Forense da Polícia Civil do DF (IPDNA) fizeram a análise do material genético encontrado na zona rural de Palmeiras, cidade da Chapada Diamantina. As amostras chegaram no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em uma caixa de isopor e foram entregues ao diretor do IPDNA, Samuel Ferreira.

“Utilizando de técnicas avançadas de genética forense, os exames foram concluídos em menos de seis horas, inclusive com o laudo já redigido, confirmando a identificação genética”, afirmou Ferreira.

Corpo encontrado

Na última quinta-feira (5), a polícia baiana encontrou um corpo de uma criança na zona rual de Palmeiras, cidade da Chapada Diamantina. O local fica a mais de 1 mil quilômetros de Brasília, onde Paulo Roberto de Caldas Osório foi visto com o filho pela última vez, na sexta-feira, 29 de outubro.

A roupa, um colar de âmbar no pescoço e a cadeirinha usada no carro para transportar a criança, levaram os policiais e a família a acreditar que se tratava de Bernardo. No entanto, por causa do avançado estado de decomposição do corpo, os exames feitos na Bahia foram inconclusivos.

Caso Bernardo

Bernardo da Silva Marques Osório desapareceu após o pai tê-lo apanhado na cheche, na Asa Sul de Brasília, na sexta-feira, 29 de novembro. No mesmo dia, a mãe procurou a Polícia Civil do DF e o caso passou a ser investigado pela Divisão de Repressão à Sequestros (DPRS).

No mesmo dia do desaparecimento da criança, Paulo Roberto Osório, o pai, mandou mensagens de texto e de áudio para Tatiana Silva, a mãe do menino. As gravações revelam que ele tinha desavenças com a ex e com a avó da criança.

Na última segunda-feira (2), Paulo Roberto de Caldas Osório foi preso em um hotel de Alagoinhas, na Bahia. Ele confessou que dopou o filho com medicamentos usados por ele, para dormir. Osório disse que diluiu três comprimidos no suco de uva que deu ao filho. (Fonte G1).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/IqM6dk1CKP9BPRhRZlDv3E 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios