Destaque

Deputado pede informações sobre o pagamento de merendeiras em Santa Catarina

O deputado estadual Altair Silva encaminhou um pedido de informação à Secretaria Estadual de Educação sobre os pagamentos à empresa terceirizada que trabalha com a merenda escolar em Santa Catarina. O documento questiona se houve algum atraso de pagamento de salários e férias das mais de 5 mil merendeiras que atuam no Estado, além do recolhimento ou não das contribuições obrigatórias da empresa, como o depósito do FGTS.

O motivo do pedido, é que muitas servidoras relataram que a empresa paulista, que realiza o serviço, está atrasando os salários e até o vale alimentação. Essa falta de pagamento, pode afetar diretamente as escolas, uma vez que as cozinheiras estão ameaçando, em um primeiro momento, paralisar as atividades, e depois até entrar em greve geral se for necessário. “Temos relatos que as merendeiras não estão recebendo, e as famílias sofrendo com essa situação, o que nos motivou a cobrar do Governo do Estado uma resposta e uma solução rápida a situação”, comentou Altair.

Preocupado com a situação presente e futura, no pedido, o deputado questiona ainda, quais serão as medidas adotadas pelo Estado para efetuar os pagamentos durante a pandemia de Covid-19, que assola o país e o mundo.

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/LghOsEwYAqyI6U64hKIOjs

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios