DestaqueEconomiaTecnologia

AGORA É A HORA: Crescimento no mercado de Compras Online

Não é de hoje que grandes marcas além de comercializarem seus produtos em lojas físicas, investem em Lojas Online – Conhecido como ECOMMERCE. Ele vem crescendo linearmente e estima-se que cerca de 27% dos brasileiros já é adepto a compras em plataformas virtuais. Estudos apontam que o setor cresce cerca de 12% ao ano. Maior variedade de preços e modelos, escassez de tempo e mobilidade urbana, esses números tendem a aumentar expressivamente. A necessidade de isolamento social  vivenciada nos últimos dias por pessoas do mundo todo, será também uma alavanca do mercado Virtual, pois apesar do momento delicado, o consumo e necessidades continuam e as compras online se tornam solução.
As lojas virtuais comercializam as mais variadas gamas de produtos, desde alimentos, flores, maquiagem, medicamentos, produtos de petshop , autopeças, vestuários, e é possível se obter praticamente tudo sem sair de casa.
Segundo a empresária Tatiane Albino (www.tatialbinomodeladores.com.br ), de Içara (SC), que atua no ramo de cintas para reedução postural e estética, está desde 2016 no comércio online, a dedicação e investimentos a esse setor é perseverante e sustentável. “Naquela época, devido a crescente demanda de clientes em busca de nossas cintas em todas as cidades e estados do país, fomos em busca de uma forma de ultrapassar esse desafio da distância, até mesmo, pois, as consumidoras desejavam pagar com cartão de crédito e precisávamos realizar as vendas de forma segura”, conta Tati Albino.
CAIXA de das entregas do Ecommerce Tati Albino, com marketing olfativo
A empresária relata que recebeu indicação de um colega que já atuava com Ecommerce, de uma plataforma onde ela mesma poderia construir sua loja virtual de forma gratuita e já começar vender seus produtos.
“Quando estamos começando um negócio, os recursos costumam ser escassos e fica mais complexa a decisão de onde priorizar os investimentos. Percebi muitos colegas deixando de partir para as vendas online em razão de não disporem de recursos financeiros, e deixavam a oportunidade passar”, acrescenta Tatiane. Foi preciso investir apenas tempo, paciência e criatividade, para que em poucos dias a loja já estivesse em funcionando. “Eu não possuía noção alguma de como uma loja virtual funcionava. Estava tudo lá, explicado nos tutoriais, passo a passo.  Agora diante do cenário de isolamento, fizemos campanhas de frete grátis para vários estados brasileiros incluindo Santa Catarina, para incentivar que a consumidora ficasse em casa. Concedemos também bônus para produtos que possuem mais saída e os quais já possuíamos um estoque extra de segurança, dessa forma paramos a produção integralmente  para que nossas colaboradoras pudessem se manter em casa durante o período de isolamento, e o suporte à vendas que atende Home-Office se manteve ativo, a operação comercial não parou”, completa Tati.
TATIANE Albino comanda trabalho da Loja Virtual

DELIVERY EM ALTA

O comércio online vem dando mais expansividade também ao ramo de Delivery, tele entrega. Aplicativos de Fast-Food, pedidos via WhatsApp, se tornaram um recurso positivo para população durante a quarentena.
Ramon Gabriel Pacheco, que trabalha há 15 anos fabricando caixas especializadas para o setor de alimentos e ecommerce, também percebeu a mudança: com as pessoas mais tempo em casa, o momento das refeições passa a ser uma hora mais agradável, de união da família. Pizzas e lanches  ganham a preferência dos pedidos. “Nós, que já trabalhávamos com caixas próprias para acondicionar esses alimentos, estamos aumentando as variedades de formatos, tamanhos, para atender todos os portes de restaurantes, pequenos e médios empreendedores do ramo de alimentação. É um setor que não pode parar, e estamos preparados para atender essa demanda”, explica Ramon Pacheco, gerente comercial da Arfe Embalagens, de Nova Veneza (SC).
“As situações macroambientais podem dar um novo rumo e ampliar as possibilidades a curto e médio prazo dos empreendedores de pequeno e médio porte, como alternativa positiva para crescerem acompanhando os novos hábitos de consumo. A economia se oxigena, o consumidor ganha. O Brasil está muito a frente em tecnologias para ecommerce, plataformas e serviços que cabem em todo tipo de orçamento, ferramentas para todos os tipos de controles gerenciais”, concluiu Tatiane Albino.
Nós separamos algumas dicas com fontes relevantes para você que possui interesse em ter um comércio Online:
Dicas com sugestão de plataformas para criação de loja virtual gratuita e sistemas ERP para faturamento de vendas:

Whatsapp (48) 99648 7549

@tatialbinomodeladores
Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios