DestaqueInternacional

COVID-19: Com recorde diário, Colômbia supera China em número de casos

A Colômbia registrou nesta sexta (26) mais 3.843 casos de coronavírus, um recorde no país em um período de 24 horas, chegou a um total de 83.462 notificações de infecção desde o começo da pandemia, ultrapassando a China, onde a pandemia global teve início.

Em relatório diário, o Ministério da Saúde colombiano também informou que outras 157 mortes por covid-19 foram confirmadas, elevando o total para 2.811, enquanto 1.588 pessoas se recuperaram da doença na últimas 24 horas. Com isso, o número de curados é de 34.937.

A crise sanitária está se tornando mais grave a cada dia na costa atlântica da Colômbia, começando pelo departamento do Atlántico, onde foram confirmados mais 73 óbitos nesta sexta, 42 deles na capital, Barranquilla.

Igualmente delicada é a situação do departamento vizinho de Bolívar, com 13 mortes registradas neste sábado, das quais 11 ocorreram em Cartagena das Índias.

Do total de casos no país vizinho, 46.556 permanecem ativos, o que corresponde a 55,13%. De acordo com as autoridades sanitárias, o Atlántico também concentrou nesta sexta-feira o maior número de novas infecções, com 1.653 casos, o que corresponde a 43% do total do dia. Desses, 891 contágios aconteceram em Barranquilla.

Dado o panorama complicado da cidade, o prefeito, Jaime Pumarejo, anunciou o reforço das medidas para tentar mitigar a pandemia. Ele prorrogou até 15 de julho o isolamento obrigatório, que acabaria na próxima terça, data na qual o comércio não essencial poderá retomar as atividades.

Entretanto, haverá um toque de recolher de 24 horas daqui a uma semana por ser o segundo dia do ano sem imposto por valor agregado (IVA), em uma tentativa de evitar aglomerações nas lojas. (Fonte R7).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng 🤳

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios