Destaque

Comércio de Chapecó prepara descontos especiais para a Black Friday

Cada vez mais incorporada ao calendário de datas comemorativas do varejo nacional, a Black Friday deve mobilizar mais empresários neste ano, acompanhando a tendência de recuperação da economia. Dados apurados em todas as regiões do País pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que 21% dos empresários brasileiros que atuam no comércio e no ramo de serviços devem aderir ao dia de promoções da Black Friday 2019 que, neste ano, será comemorada no dia 29 de novembro. Se as estimativas se confirmarem, haverá um crescimento de adesões, uma vez que em 2018, 16% dos empresários participaram do evento.

Em Chapecó, o comércio também prepara promoções para os consumidores. Muitas lojas oferecerão descontos especiais que chegam a 70% em alguns locais. Outras estão com reduções nos preços dos produtos o mês inteiro. Uma delas é a Schumann, que promove a campanha Black Now. Durante todo o mês as lojas e o site estão com produtos selecionados com até 70% de desconto. “Essa iniciativa foi pensada justamente para aproveitar o mês e oferecer aos clientes uma maior oportunidade de compra. No dia da Black Friday, os descontos serão ainda mais expressivos e passarão a valer para todas as linhas de produtos, de móveis a eletroportáteis. Nossas lojas físicas estarão abertas em horário especial, a partir das 7h, para atender ao máximo o público”, relata o gerente de loja de Chapecó, João Ermes de Oliveira.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL) acredita que ocorra crescimento de vendas em relação ao ano anterior, principalmente em decorrência do pagamento do décimo terceiro e a chegada das festas de fim de ano. O presidente Clóvis Afonso Spohr salienta que a data entrou no calendário de vendas e é uma oportunidade para os lojistas fortalecerem as vendas.

Para Oliveira, a Black Friday é uma das datas mais importantes para a Schumann, em especial no e-commerce. “O mercado está voltado ao ambiente online como uma forma de atender à demanda dos consumidores que compram cada vez mais pelo e-commerce, devido à comodidade de compra e a facilidade em realizar pesquisa de preço. Como rede de varejo, a Black Friday também é uma oportunidade para renovar o estoque e aumentar a receita em um tempo curto. Pela data ser próxima ao Natal, esse é o momento que o consumidor espera para garantir os presentes pelo melhor preço ou comprar aquele produto que estava de olho durante o ano todo. Por isso, é importante estar envolvido nesse movimento, para que o consumidor nos veja como uma opção e, além disso, fidelizar o cliente ao oferecer uma experiência de compra positiva”.

De acordo com Spohr, a Black Friday é uma data ainda recente no comércio brasileiro, mas os lojistas devem prestar atenção, pois vem ganhando espaço. “Iniciou focalizada nas vendas online, mas vem se consolidando também no varejo físico. Os consumidores esperam por esse dia, que tem se mostrado uma excelente oportunidade para ampliar as vendas, comercializar estoques parados e também para o empresário avaliar tendências de compra, tornando sua marca mais conhecida e, ainda, para fidelizar novos clientes”.

PESQUISA

            De modo geral, os empresários que vão aderir a Black Friday estão esperançosos com a data e veem potencial na edição deste ano. A pesquisa da CNDL aponta que 43% dos empresários consultados acreditam que, durante o evento, as vendas serão melhores do que as do ano passado, enquanto 32% falam em estabilidade. Apenas 11% projetam vendas piores.

A pesquisa da CNDL mostra ainda que, entre os empresários que participarão da Black Friday deste ano, seis em cada dez (57%) acreditam que a data representa uma oportunidade para divulgar a loja e prospectar novos clientes e 43% veem a chance de aumentar as vendas. Há ainda um quarto (25%) de empresários que querem desovar estoques parados. (Informações MB Comunicação).

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios