DestaqueEsportes

Chapecoense é superada pelo Palmeiras

A Chapecoense entrou em campo na noite desta quarta-feira (16), no Allianz Parque, para disputar com o Palmeiras partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diante do vice-líder da competição, a Chape teve postura aguerrida, com chances de abrir o placar e, principalmente, consistência defensiva. Mesmo com um a menos – após a injusta expulsão do zagueiro Gum aos 23 do segundo tempo – a Chapecoense conteve a pressão até os minutos finais de partida. A arbitragem, no entanto, assinalou 9 minutos de acréscimo e, aos 54, o Palmeiras marcou o único gol do jogo.

A partida: 

Apesar da maior posse de bola do adversário, foi a Chapecoense quem criou a primeira grande oportunidade. Aos 05 minutos, Amaral se infiltrou na área e chutou de primeira, levando perigo para o gol de Weverton. Na sequência, a equipe catarinense se apoiou na estratégia de bolas longas enfiadas em Roberto e das alas sendo bastante acionadas.

No segundo tempo, o time da casa voltou melhor e imprimiu uma pressão ainda maior, mas a Chape – orquestrada pelas grandes defesas de João Ricardo – resistiu bravamente. Aos 22, o árbitro expulsou – de forma injusta, o zagueiro Gum – e o Verdão do Oeste precisou seguir o embate com um a menos. Ainda assim, conteve o ímpeto do adversário. Quando a partida se encaminhava para o fim, o juiz Vinícius Gomes do Amaral apontou 9 minutos de acréscimos e, aos 54, o Palmeiras, com Felipe Melo, chegou ao gol que garantiu a vitória ao time paulista.

Próximo compromisso:

A Chapecoense volta a campo no próximo domingo (20), na Arena Condá, para disputar contra o Goiás partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. A bola rola a partir das 19h. (Informações Chapecoense).

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios