Chapecó realiza Conferência Municipal de Saúde

Fotos: SECOM/PMC

Depois da eleição de 89 delegados e a apresentação de cerca de 100 propostas nas pré conferencias de saúde que reuniram os moradores dos bairros e comunidades de Chapecó, aconteceu na sexta (5) e sábado (6) 9ª Conferência Municipal de Saúde que contou com 418 participantes além de 103 delegados, sendo 55 delegados usuários, 19 delegados profissionais de saúde, 03 delegados gestores/prestadores de serviços e 26 delegados natos do Conselho Municipal de Saúde.

Foram aprovadas as propostas por eixo: Eixo 1 – Estadual e Nacional: 2 propostas e Municipal: 12 propostas; no Eixo 2- Estadual e Nacional: 2 propostas e Municipal:  16 propostas; no Eixo 3 – Estadual e Nacional: 2 propostas e Municipal: 5 propostas. Do total de propostas para o âmbito Estadual e Nacional: 6 propostas (conforme o regimento do Conselho Estadual e Nacional) e do total de propostas para o âmbito Municipal: 33 propostas. Além disso, foram escolhidos 12 delegados eleitos para representar Chapecó na Etapa Estadual: dos usuários os representantes são: Liane Colliselli, Lizete Dal Chiavon, Marines Rosa Palavicini Sotili, Ricardo Malacarne, Andre João Telocken, Alexandre Inacio Ramos; dos profissionais de saúde foram escolhidos: Larissa Tombini, Fabio Ramos Nunes Fernandes, Margarete Menoncin; dos Gestores e Prestador de Serviços foram eleitos: Daniela Savi Geremia, Ligia Schacht, Leandra Oliveira Porto.

Saiba mais

A 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª+8) será o maior evento de participação social no Brasil. Organizada pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e realizada pelo Ministério da Saúde, a conferência vai reunir milhares de pessoas de todo o país, em Brasília, de 4 a 7 de agosto de 2019, para traçar de forma democrática as diretrizes para as políticas públicas de saúde no país. O tema principal da 16ª Conferência é “Democracia e Saúde” e os eixos temáticos são: “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”.

A realização da conferência se faz ainda mais necessária como uma grande ação em defesa do SUS e da democracia. A proposta temática para o evento é um resgate a memória da 8ª Conferência Nacional de Saúde, realizada em 1986, considerada histórica por ter sido um marco para a democracia participativa e para o SUS. Por isso, traz a ideia de “8ª + 8 = 16ª”, já que a 8ª Conferência foi o primeiro evento de participação social na saúde, em âmbito nacional, aberto à sociedade. O resultado desse grande encontro da população brasileira em Brasília gerou as bases para a seção “Da Saúde” da Constituição Brasileira em 1988.