DestaqueEconomia

Chapecó é a 29ª cidade do país que mais gerou emprego no primeiro trimestre

Somente nos primeiros três meses de 2024 Chapecó teve um salto positivo de 3.448 vagas de emprego, entre admissões e demissões. Com isso a capital do Oeste Catarinense ficou em 29o lugar no país entre as cidades com melhor desempenho. Isso em números absolutos e concorrendo com cidades muito maiores, onde predominam as capitais estaduais. São Paulo (SP) lidera o ranking com 58.758 vagas, seguido por Rio de Janeiro (RJ) (21.801) e Curitiba (PR) (20.390). Em Santa Catarina Chapecó ficou em terceiro, atrás apenas de Joinville (6.104) e Itajaí (5.026).

O desempenho também supera os anos anteriores. Em 2023 o saldo foi de 1.387 no primeiro trimestre e, em 2022, 1.966.

O economista e secretário de Desenvolvimento Econômico, Márcio da Paixão Rodrigues disse que Chapecó é uma cidade diferenciada na geração de empregos e no movimento econômico.

✅ Quer receber informações no seu celular: Clique AQUI e receba NOTÍCIAS EM SEU WHATSAPP

Ele citou que o setor que mais contribuiu com o saldo positivo foi Serviços, com 1.674 vagas, o que representa 48,4% do total. Depois veio a Indústria, com 1.016, representando 29,6%. Na sequência ficaram a Construção, com 411 (12%), Comércio, com 336 (9,6%) e Agropecuária, com 11.

De acordo com o Diretor de Incentivo ao Empreendedorismo e Turismo, Luiz Roberto Tillmann, entre os fatores que contribuíram com o bom resultado estão a abertura de novas empresas, em especial do ramo de atacados, além da inauguração de uma nova indústria da Aurora Coop.

O prefeito João Rodrigues disse que o resultado é fruto do empreendedorismo da região, do povo trabalhador e de uma administração que foca na desburocratização, na liberdade econômica, e no investimento em infraestrutura para atrair investimentos.

“Nós investimos, atraímos investimentos e geramos receitas para prestar bons serviços para a população”, disse o prefeito.

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios