Geral

Centro de Inovação Tecnológica de Chapecó está 92% concluído

A obra que irá transformar e modernizar o setor econômico de Chapecó, impulsionando novas tecnologias e conhecimento está em fase final de execução. A edificação do prédio administrativo do “Centro de Inovação Tecnológica de Chapecó Prefeito Ledônio Faustino Migliorini” está com 92% dos trabalhos concluídos. Neste momento, estão sendo realizados os acabamentos, como pinturas, colocação de gesso, corrimãos, lâmpadas e detalhes externos.

O segmento de Ciência, Tecnologia e Inovação se constituiu como uma nova matriz econômica neste segundo Centenário da história de Chapecó. O Centro está localizado na região da Grande Efapi, em uma área doada pela Prefeitura com 9.580m2, ao lado da Unochapecó. O prédio administrativo terá 3.100m2 e foi orçado em R$ 7.249.417,41, recursos oriundos do Governo do Estado de Santa Catarina.

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Arthur Badalotti Smaniotto, o setor público, sendo um dos eixos da tríplice hélice (governo-universidade-empresas), tem a missão de atuar como incentivador do empreendedorismo e do desenvolvimento tecnológico. “Este edifício será um marco, um centro de encontro e difusão de ideias, possibilitando Chapecó se destacar em mais uma matriz econômica”, complementou.

A obra iniciou em 2014 e o Município precisou rescindir o contrato inicial com a empresa vencedora do processo licitatório por descumprimento de prazos. Um novo edital foi lançado e a Construtora Foscarini Eirele foi homologada para concluir a obra. Nesta nova fase, complementando o orçamento inicial, R$ 3.816.063,64 foram investidos, oriundos do Fundo Pró-Emprego (Governo do Estado de Santa Catarina).

Em 21 de fevereiro de 2020, o Governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, anunciou mais R$ 1,5 milhões para a parte de divisórias e móveis do prédio. E para concluir a parte de infraestrutura interna e agilizar a entrega da obra, a Prefeitura de Chapecó irá investir outros R$ 500 mil para custear rede lógica, telefonia, monitoramento por meio de câmeras, climatização de áreas comuns e sistema de áudio do auditório.

O Prefeito de Chapecó, Luciano Buligon destacou o empenho das lideranças público-privadas para a concretização deste projeto. “Esta obra representa uma conquista singular para a economia de Chapecó. O segmento de Ciência, Tecnologia e Inovação é uma aposta do Município para este segundo Centenário, por isso Chapecó viabiliza permanentemente ações para expandir e proporcionar incremento às empresas. O setor cresce 30% ao ano na região Oeste, mais do que a média de Santa Catarina. Estamos impulsionando o surgimento de novas matrizes econômicas, através de ações desenvolvidas entre a Prefeitura, as empresas que investem e qualificam a mão-de-obra e as Universidades, que geram pesquisas e novos conhecimentos”, explicou o Prefeito.

O investimento do Estado foi descentralizado, com o compromisso do Município e da Universidade viabilizarem a obra. São parceiros do projeto a Unochapecó, Fundação Universitária de Desenvolvimento do Oeste (Fundeste), Prefeitura de Chapecó, Acic, Inova@SC e o Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável. (Fonte Secom/Prefeitura de Chapecó).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/LghOsEwYAqyI6U64hKIOjs

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios