Destaque

Central do Imigrante organiza seleção de emprego para 250 pessoas

A Central do Imigrante, vinculada a secretaria de Assistência Social de Chapecó, organizou nesta sexta-feira a seleção para 250 vagas disponíveis na Aurora Alimentos. A central cadastrou os imigrantes e disponibilizou espaço para as entrevistas, no prédio que fica ao lado do Mercado Público, na rua Nereu Ramos 1750 E.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

O coordenador da Central do Imigrante, Natan Oletto, disse que desta vez a seleção é específica para venezuelanos homens. Mas a própria indústria e a central já disponibilizaram vagas para mulheres e de outras nacionalidades. Todas as sextas-feira é feita uma seleção de emprego para imigrantes no local.

“O primeiro passo é cadastrar os imigrantes e conferir se tem a documentação. Quem não tem é encaminhado para a regularização na Polícia Federal. Depois de cadastrados, em parceria com as indústrias, nós marcamos as entrevistas, pelos grupos de redes sociais”, explicou Oletto.

Ele lembrou que só podem ser regularizados os imigrantes que entraram no Brasil antes de 17 de março de 2020, pois depois o Brasil fechou as fronteiras. Quem entrou depois disso, sem documentação, é considerado ilegal e pode ser deportado.

Já os imigrantes que entraram antes disso recebem toda a assistência, como encaminhamento para a Casa de Passagem, além de atendimento nos caso de violência doméstica e tratamento de saúde.

Na semana passada vinte pessoas vinte pessoas tiveram atendimento psicossocial, cinco pessoas foram encaminhadas para acolhimento, uma para o CRAS, uma para o CREAS, teve um atendimento de conflito familiar e cinco solicitações de passagens.

No setor de documentação foram 78 atendimentos.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios