Destaque

Campanha SOS Chapecó e Região oficializa primeiras compras

Equipamentos e utensílios diversos foram adquiridos diretamente pelo Centro Empresarial de Chapecó (CEC) através dos recursos recebidos em doação por meio da campanha SOS Chapecó e Região e outras necessidades estão em avaliação. Essas aquisições foram feitas em caráter de urgência, desde a última semana, diretamente de empresas da região e de outras cidades do país.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

As aquisições foram efetivadas conforme demanda das autoridades da saúde, com acompanhamento do Observatório Social de Chapecó, convidado pelo Centro Empresarial para acompanhar as compras, os valores e a entrega aos entes públicos, destaca o presidente do CEC, Cidnei Luiz Barozzi. Da mesma forma, em caráter de transparência, relatório indicativo das compras foi enviado aos gabinetes do prefeito e do vice-prefeito de Chapecó, à Procuradoria Geral do Município e à Secretaria Municipal da Saúde, juntamente com cópias das notas fiscais e fotografias das primeiras compras de equipamentos e insumos realizadas.

Até a manhã desta terça (2), os investimentos oriundos da campanha do CEC e suas 16 entidades e sindicatos filiados chegava a R$ 220 mil. Esses recursos foram investidos em equipamentos e utensílios, como bombas de infusão, aspiradores cirúrgicos, monitores, sondas e filtros bacteriológicos. Também foram comprados, entre outros itens, máscaras especiais, suportes, aventais, colchões e lençóis hospitalares, mesas de exames, escrivaninhas e arquivos. Todas as necessidades foram indicadas pelas autoridades municipais da saúde e a maioria foi destinada para montagem da unidade de atendimento às vítimas do Covid-19 no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes.

No quinto balanço oficial da campanha SOS Chapecó e Região, divulgado pelo Centro Empresarial às 15h30 desta terça-feira, 2 de março, as doações totalizavam R$ 1.048.884,86. Extra Comunica

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios