Destaque

Caminhada pela fé reúne fiéis no Centro de Chapecó

Fé, devoção e busca por visibilidade foram os combustíveis para reunir diversas casas Umbandas de Chapecó e região em uma caminhada no centro do município. A iniciativa da Tenda Ogum Rompe Mato se deu para combater a intolerância e preconceito religioso que por vezes sofrem as religiões afro-brasileiras. O evento ocorreu no último final de semana e passou pela Avenida Getúlio Vargas, saindo da Praça Central, até a rotula da Magazine Luiza e retornando ao ponto inicial.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp

Com músicas, danças, apresentações e orações características, o encontro reuniu diversas vertentes da religião umbandista em prol da união de forças, conforme destacou a zeladora espiritual Neiza Pedretti. “Hoje estamos aqui para mostrar nossa religião, nossa fé, unir forças para que ela se estruture um pouco mais e seja vista de uma forma diferente e não da forma como ela é contada ou explicada por quem não entende dela. Queremos mostrar um pouco do que a gente acredita e aquilo que a gente pratica”.

A Umbanda é uma religião brasileira resultante da mistura de elementos de religiões africanas, indígenas, orientais e europeias. Por seu aspecto mestiço, a umbanda é considerada uma religião genuinamente nacional, porém conforme destaca o pai de Santo Alessandro, as pessoas lidam com estranhamento em relação a religião, e ações como essas são importantes para que as pessoas conheçam a umbanda. “A caminhada representa principalmente trazer a visibilidade para dentro da nossa religião, pois muitas vezes, as pessoas têm uma visão de nós como se fossemos de outro planeta. Essa caminhada é para trazer essa visibilidade que sim, nós somos afros-religiosos, mas cultuamos à Deus como todos”, afirma Alessandro.

A umbandista Sandra Adriana Alves participou da caminhada e também chamou atenção à importância desse evento para disseminar a religião e combater o preconceito religioso. “É pura prepotência pensar que que existe um único caminho que leva as pessoas até Deus”. É preciso disseminar o amor, a diversidade, o respeito e a união e dizer não a intolerância religiosa e qualquer tipo de preconceito”.

Aqui também é Natal

A caminhada que aconteceu pela terceira vez no município de Chapecó, faz parte das festividades natalinas da cidade, com apoio da Prefeitura Municipal de Chapecó, através da Fundação Cultural. Conforme explica a zeladora espiritual Neiza Pedretti, o natal também é comemorado pela Umbanda. “A maioria dos umbandistas tem vertentes cristãs, então ela se adapta, até porque a Umbanda é um misto de várias religiões, tem um pouco de cada crença, além da raiz afro”. O Babalorixá Yuri Antuê, que também participou da marcha afirma que o viés natalino umbanda e cristão é o mesmo. “O Natal não faz parte do nosso sincretismo, mas como bons brasileiros, adaptamos a nossa cultura também, e assim o Natal continua com o mesmo significado cristão: alegria, amor, harmonia, doação e unir a família”.

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios