Destaque

BRDE: Crédito para pequenos representa 80% das operações

Levantamento realizado pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) mostra que o fundo de aval, mecanismo que facilita o acesso ao crédito para capital de giro das empresas catarinenses, está beneficiando os pequenos empreendedores que buscam o recurso para enfrentamento da pandemia. Os dados consolidados pela área técnica do banco indicam que dos R$ 64,5 milhões já liberados ou em processo de liberação, 80% – aproximadamente a R$ 51,5 milhões – estão sendo disponibilizados sem a necessidade de garantia real. 

“É uma facilidade enorme para quem busca suporte financeiro neste momento já que não é necessário empenhar um imóvel como garantia, como seria normal em operações de crédito deste porte”, explica o Diretor-Presidente Marcelo Haendchen Dutra. 

Esse suporte facilita as operações entre R$ 20 mil e R$ 80 mil, destinadas para micro e pequenas empresas, com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões. Outro diferencial positivo da linha de crédito é a carência. O prazo para início do pagamento das parcelas é de 18 meses. O esforço do BRDE para viabilizar capital de giro aos empreendedores catarinenses faz parte do programa Recupera Sul SC, e destina R$ 100 milhões de recursos próprios do banco para proteger negócios e empregos durante a fase mais crítica da crise. 

O acesso facilitado à linha emergencial de crédito foi possível graças as parcerias firmadas com o com Sebrae e Cooperativas de crédito, que atuam de forma indireta nas operações e descentralizam o recurso disponível, de forma a abranger um número maior de clientes e cidades. A primeira fase do projeto, finalizada em maio, atendeu 389 empresas de 81 municípios das seis mesorregiões do Estado. 

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng 🤳

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios