DestaqueEsportes

Brasileiro desbanca bicampeão da São Silvestre e vence meia maratona

Após dois anos, o Brasil retornou ao topo do pódio da Meia Maratona Internacional de São Paulo. O paulista Daniel Nascimento, de 21 anos, foi o vencedor da prova masculina, com tempo de 1 hora, 4 minutos e 34 segundos. A marca rendeu ao atleta de Bauru (SP) — que já havia sido o melhor brasileiro da última edição da Corrida de São Silvestre (11º lugar) e conquistado a etapa nacional de Cross Country — índice para representar o país no Mundial de Meia Maratona, que será em 29 de março na cidade de Gydnia, na Polônia.

Daniel manteve-se o tempo todo entre os primeiros colocados e conseguiu se aproveitar do desgaste do queniano Edwin Rotich, bicampeão da São Silvestre e principal favorito, para concluir os 21 quilômetros de prova à frente dos rivais. O também queniano Nicolas Kosgei chegou em segundo, seguido pelo brasileiro Gilmar Lopes, vice-campeão em 2019. Rotich concluiu a corrida na quarta posição, com Giovani dos Santos — que havia sido o último homem brasileiro a ganhar a Meia Maratona, em 2016 — completando o pódio.

O resultado de Daniel igualou o histórico no masculino entre brasileiros e quenianos na Meia Maratona de São Paulo, com sete vitórias para cada país em 14 edições. No feminino, porém, as africanas estenderam o domínio (agora, são nove triunfos quenianos, contra quatro de corredoras do Brasil) com a vitória, de ponta a ponta, de Janet Cheruto. A queniana — que é treinada por um ex-atleta brasileiro, Moacir Marconi, o Coquinho — concluiu a prova com 1 hora, 16 minutos e 55 segundos, quase dois minutos a frente da carioca Rejane Ester da Silva, que nos quilômetros finais superou a ugandense Emily Chebet para terminar em segundo. Chebet ficou em terceiro, seguida por duas brasileiras: Viviane Amorim Figueiredo (4ª) e Maria Silvania da Silva (5ª).

A 14ª edição da Meia Maratona de São Paulo reuniu cerca de 7,5 mil atletas de várias partes do país. A largada e a chegada foram na Praça Charles Miller, em frente ao Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu. O percurso teve como destaques a descida e — no retorno — a subida da Avenida Pacaembu. O trajeto também contemplou pontos marcantes da cidade de São Paulo, como o Elevado João Goulart (conhecido como “Minhocão, que liga as regiões oeste e central da capital paulista) e a esquina entre as avenidas Ipiranga e São João, popular na música “Sampa”, da Caetano Veloso. (Fonte Agência Brasil).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/IqM6dk1CKP9BPRhRZlDv3E 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios