DestaquePolítica

BC Autônomo está nas 10 principais pautas da Câmara para 2021

A Câmara dos Deputados tem muitas pautas importantes para dar andamento neste início de ano. Além das importantes e necessárias reformas tributária e administrativa, uma delas, trata da autonomia do Banco Central.

A proposta, relatada pelo deputado Federal Celso Maldaner, deverá ser juntada com a já aprovada no Senado Federal, permitindo que sejam utilizados instrumentos para colaborar com as metas da inflação e o controle das taxas de juros, muito importantes para a retomada da economia, especialmente no pós-pandemia.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Maldaner explica, que um país que sofre com a pandemia e que foi gravemente afetado em sua economia pela perda de capital, desempregos e baixa renda, a autonomia é o instrumento ideal para a retomada econômica, justamente por trazer confiança do mercado externo, atraindo investidores e gerando fluxo de capital para o país, ou seja, uma medida necessária para que a circulação da moeda possa aumentar, afinal, investimento é sinônimo de emprego e renda para a população, que poderá ter acesso à recursos e poder de compra.

Para o deputado, um dos principais pontos do texto é que o BC poderá definir como vai atuar para alcançar os objetivos fixados em lei e as metas determinadas pelo governo por meio do Conselho Monetário Nacional (CMN), não por ele próprio. Outra parte importante é estabelecer mandatos fixos de 4 anos, permitida uma recondução, para o presidente e para os diretores do BACEN, começando e terminando em datas que não coincidam com a posse do presidente da República.

A autonomia do Banco Central já é normal principalmente nos países desenvolvidos.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios