DestaqueEsportes

Autor de um dos gols da classificação, Aylon já projeta próxima decisão

Autor de um dos gols da Chapecoense na importante vitória contra o Boavista-RJ – que garantiu a classificação da equipe alviverde à próxima fase da Copa do Brasil – o atacante Aylon concedeu entrevista coletiva antes dos início das atividades desta sexta (21). Questionado sobre as mudanças que marcaram a semana da Chape, o atleta falou sobre como o técnico Umberto Louzer levou a equipe ao resultado positivo. “Com o Umberto a gente não teve tempo de trabalhar. Foram dois dias, então foi mais na conversa. Vínhamos fazendo um bom trabalho com o Hemerson na parte tática, nos treinamentos, mas não estávamos conseguindo passar para dentro dos jogos. A principal mudança foi de comportamento. Na conversa que o Umberto teve com a gente, ele deixou a gente mais solto. Ele deu essa confiança pra gente, conversou bastante, e as movimentações que a gente teve contra o Boavista deixaram o time mais solto”.

Ainda sobre o trabalho do novo comandante, Aylon destacou que os trabalhos a partir de agora serão cruciais para que o grupo consiga assimilar, ainda mais, as características propostas pelo treinador. “Essa semana que a gente tem agora pro jogo do São José a gente vai conseguir impor mais as características que ele gosta. Mas ele já nos passou que gosta de jogar com a bola no pé, de propor o jogo e atacar bastante e deixar as nossas movimentações bem livres, dando bastante moral pra gente executar sem pressão”.

Projetando o próximo compromisso do grupo – na quinta-feira (27), contra o São José, pela segunda fase da Copa do Brasil – Aylon falou sobre as possíveis dificuldades de atuar no gramado sintético do Estádio Francisco Novelletto Neto. “É um gramado bem difícil. É diferente do gramado do Athletico Paranaense, do gramado do Palmeiras. É mais duro, a bola quica mais, fica mais viva. Tivemos a experiência de jogar lá no ano passado, eu sou do sul e já tive a experiência de jogar umas quatro vezes lá, e até você entrar no jogo e pegar o quique da bola, é difícil. Mas nós vamos treinar bastante e aprimorar o mais rápido possível. Como o empate não é mais vantagem pro visitante, nós temos que nos adaptar o mais rápido. Vamos entrar bem focados, tentar adquirir as características e tentar impor o nosso jogo”.

Com uma sequência de três compromissos fora de casa – incluindo o já realizado confronto contra o Boavista-RJ – Aylon falou sobre a expectativa. “Se Deus quiser vamos voltar pra casa com três resultados positivos. É o que a gente quer” finalizou. (Fonte ACF).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/IqM6dk1CKP9BPRhRZlDv3E 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios