Geral

Ator Paulo Gustavo morre aos 42 anos

Paulo Gustavo morreu aos 42 anos, nesta terça (4), no Rio de Janeiro, por complicações da covid-19. O artista estava internado desde o último dia 13 de março em um hospital particular na capital fluminense. Uma semana após dar entrada na unidade de saúde, o ator precisou ser transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

Na última segunda (3), no entanto, o humorista apresentou piora significativa nos sinais vitais após identificação de uma embolia, que afetou, entre outras coisas, o sistema nervoso central. Na noite de terça-feira (4), diante do agravamento da situação, o quadro clínico ficou irreversível. A informação da morte foi confirmada por meio de comunicado oficial divulgado pela assessoria de imprensa de Paulo.

“Às 21:12h desta terça-feira (4), lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da covid-19 e suas complicações.

Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento.

A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos”.

Internação

O comediante estava internado desde o dia 13 de março, em um hospital particular do Rio de Janeiro, após ser diagnosticado com covid-19. Uma semana após a confirmação da internação, no entanto, Paulo Gustavo precisou ser transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para ser intubado.

Dias depois, em 2 de abril, o quadro do humorista piorou e ele foi submetido ao uso de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) — aparelho que funciona como um pulmão artificial e oferece oxigenação para pacientes em estado crítico. Devido às sessões, ele precisou fazer uma transfusão de sangue.

No último dia 9 de abril, Paulo Gustavo passou por mais um procedimento médico devido às complicações pulmonares causadas pela doença. Após a microcirurgia, o quadro chegou a ficar estável. Dias depois, em 26 de abril, ele foi diagnosticado com uma nova pneumonia bacteriana.

A situação se agravou ainda mais no dia 2 de maio. O ator, que chegou a apresentar sinais de melhora, sofreu uma piora repentina após identificação da embolia.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios