Blogs e ColunasDestaque

ARTIGO: Pacote Anticrime

Na passagem por Florianópolis, quando participou do Momento Brasil, que é uma série de eventos promovidos pela ACAERT com as principais lideranças políticas do país, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, conheceu um pouco o trabalho da entidade. Chamou a atenção do ex-magistrado a mobilização da radiodifusão catarinense em apoio à aprovação da Reforma da Previdência no Congresso Nacional.

Assumindo o seu papel de protagonista, a ACAERT, juntamente com suas associadas, divulgou uma campanha que mostrava para a sociedade a importância de uma nova Previdência para um novo Brasil, além do espaço editorial que abordou com lucidez o assunto. A Mídia Regional entendeu que não era hora de se omitir, pois entendemos que a comunicação precisa ter um propósito. Fazer a diferença na vida das pessoas.

Em sua palestra, Moro percebeu a importância da nossa iniciativa e nos fez uma provocação, para que a ACAERT e suas associadas também encampassem a defesa do pacote anticrime, de sua autoria. Ele entendeu a relevância do movimento da mídia regional em favor do país. De imediato, aceitamos a sugestão e agora estamos mobilizados para mostrar à sociedade a importância das medidas no combate à violência e ao crime organizado.

Segundo o governo, ocorrem no país 60 mil homicídios por ano. Números inaceitáveis comparados a uma guerra civil. Não há sensação mais paralisante do que a “percepção da insegurança”. Prejudica a qualidade de vida das pessoas, que precisam viver em paz. Afeta aspectos econômicos, ameaçando a confiança do investimento, reduzindo as esperanças de um futuro com mais riqueza, emprego e renda. A violência não pode inviabilizar o Brasil.

Quando esse sentimento se instala no inconsciente coletivo é desencadeado um círculo vicioso que tem efeito cascata em toda a sociedade. Precisamos quebrar essa corrente. É preciso dar uma resposta contundente e firme aos criminosos. Quem infringe as leis tem que saber que será punido exemplarmente pelas forças policiais e justiça. O Brasil para os brasileiros de bem.
O pacote anticrime pretende envolver União, Estados e Municípios. Por isso, o Congresso Nacional precisa fazer a sua parte, aprimorando o que tiver que ser melhorado no pacote. Só não deve se omisso. E se depender da Mídia Regional, os parlamentares catarinenses terão o apoio necessário, como aconteceu na reforma da previdência.

Não podemos mais aceitar convivência pacífica com as grandes organizações criminosas. Concordamos quando o ministro diz que precisamos passar uma mensagem mais forte que deve vir do Governo, do Parlamento e da Mídia comprometida com o Brasil. Um basta. E a hora é agora. Tolerância zero.

Marcello Corrêa Petrelli
Presidente ACAERT

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios