Blogs e ColunasPolítica

ARTIGO: Dia livre de impostos e o alerta do absurdo

Por Celso Maldaner – Membro da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Reforma Tributária, Deputado Federal – MDB/SC

27 de maio, dia para refletir sobre a excessiva tributação cobrada dos brasileiros. Hoje, muitos comerciantes aderem ao dia livre de impostos, dando descontos na venda de produtos. Uma média de 151 dias trabalhados no ano para o pagamento de impostos. Absurdo!

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

No Brasil, temos alta carga tributária e a burocracia elevada que torna a vida do brasileiro custosa. Precisamos simplificar e tornar menos oneroso o recolhimento de impostos.

A reforma no sistema tributário é consenso entre os brasileiros. Dados elencados em uma importante matéria da Folha de São Paulo de outubro de 2020,  trouxe os efeitos que a unificação de tributos pode ter sobre a economia, em especial, no aumento do consumo familiar. Não é de hoje que tenho defendido esta reforma.

Precisamos tirar o Brasil deste emaranhado de tributos que os cidadãos pagam todos os dias, dando também mais transparência para tudo que se paga e se arrecada.

Nesse sentido, apresentei o PL 3907/20 que visa conceder para estudantes e professores a isenção de Imposto sobre Produtos Industrializados – IPI as aquisições de telefones celulares e demais equipamentos eletrônicos incluídos no Programa de Inclusão Digital para uso próprio de professores e alunos, bem como reduzir a zero as alíquotas da contribuição para os Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público – PIS/PASEP e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social – COFINS sobre tais receitas de vendas.

Só o corte de tributos federais já baixa o valor do produto em aproximadamente 40%, e um smartphone que custaria em média R$ 1.200,00 sairia por R$ 720,00.

Mas também, mais do que a reforma tributária, precisamos de uma boa reforma administrativa, regulamentar o teto salarial, acabar com abusos e privilégios que existem na área pública para poder reduzir a excessiva carga tributária paga no Brasil. Se isso acontecer, não precisamos apresentar projetos individuais para isenção de tributos de produtos específicos, pois a tributação será compatível para todos.

Etiquetas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios