Destaque

Aprovado projeto que obriga instituições bancárias disponibilizarem álcool em gel

O Projeto de Lei de autoria do vereador Marcio Sander, para que as instituições financeiras: bancos, cooperativas de créditos e outras empresas que tenham terminais de caixas eletrônicos, disponibilizem aos clientes e usuários o álcool em gel, foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores de Chapecó. “É necessário que estas instituições financeiras ofereçam o mínimo de segurança aos seus clientes, em relação a prevenção. E notamos em algumas instituições, que principalmente nos finais de semana, não tem álcool em gel nos terminais de caixas eletrônicos”, justifica Marcio.

Ainda segundo Marcio, esta é uma medida protetiva que deve ser permanente, pois além deste momento que vivemos em meio a pandemia do Coronavírus (Covid-19), trata-se de prevenção de outras contaminações geradas por vírus e bactérias, que poderão ser evitadas com a disponibilização do álcool gel para os clientes e usuários dos caixas eletrônicos.

Entende-se que estas instituições, além das taxas de manutenção de contas e de serviços prestados, tem o dever de zelar e contribuir para a saúde e prevenção a seus clientes. Uma emenda ao projeto, do próprio autor juntamente com o colega Valmor Scolari, determina que o não cumprimento da Lei acarretará em multa de 5 mil até 10 mil UFRM.

São medidas simples que oferecem a segurança necessária a população, em um momento que todos devemos fazer nossa parte sem medir esforços para vencer mais esta batalha”, conclui Marcio.

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link: https://chat.whatsapp.com/J4WlEehakUP9cOsnsHJ4Ng

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios