Apae Chapecó promove Noite Cultural com apresentações de danças baseadas em musicais

FOTO Arquivo APAE Chapecó

Os espetáculos musicais têm sido parte importante do cenário mundial de entretenimento e artes desde o século 18 e continua a ser uma indústria de grande importância para as pessoas até os dias de hoje. Baseada nos musicais mais famosos do mundo, a Apae Chapecó realizará a 16ª Noite Cultural, com o tema central “Musicais”, na modalidade de dança.

O evento, que tem o objetivo de mostrar à sociedade as potencialidades dos usuários, ocorrerá no dia 22 de setembro, domingo, com entrada gratuita, no Teatro do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes. Previsto para iniciar às 18h30, os usuários apresentarão danças baseadas em alguns dos musicais mais famosos do mundo como: O Rei Leão; Grease, O Mágico de Oz; Mamma Mia; A Noviça Rebelde; Hairspray; A Bela e a Fera; e Cats. Já no hall de entrada do centro de eventos, a Apae Chapecó apresentará exposição artística criada a partir do musical “O Mágico de Oz” e que se chamará “Não há lugar melhor que o meu lar”.

De acordo com a diretora da Apae Chapecó, Nara Maria Valiati, o tema dos musicais é uma referência no mundo da dança e proporciona aos usuários da instituição diferentes conhecimentos e formas de arte de grande valor. Ela destaca que “pelos corredores da entidade, os usuários comentam os seus personagens com muita alegria”. Quanto ao que espera do evento, diz que é de “casa cheia, em momento que certamente será recheado de muitas emoções, superação e qualidade artística”.

Preparativos e envolvidos

Para que a Noite Cultural seja inesquecível, os usuários e profissionais da instituição começaram os ensaios ainda em março. Esses ensaios são realizados na Apae todos os dias. Neste segunda-feira, 16 de setembro, haverá o ensaio geral no Teatro Municipal do Centro de Cultura e Eventos.

Para o espetáculo e exposição artística, a Apae Chapecó conta com a participação de 150 usuários e 75 profissionais. O evento envolve, ainda, a participação especial de oito bailarinos da Escola Espaço Dança e do Grupo Vozes do Corpo da Fundação Aury Luiz Bodanese. (Por Extra Comunica).