Economia

Análise do Sicom estima queda de 49% no faturamento do comércio em Chapecó

Um quadro quanto ao faturamento das empresas no período de quarentena do coronavírus foi elaborado pela Divisão de Pesquisa e Estatística do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom). A análise, que mostra queda perto de 50% e perda em valores superiores a R$ 50 milhões, foi feita com dados do IBGE e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Chapecó e indicativos obtidos com a Secretaria da Fazenda de Santa Catarina.

O levantamento lembra que o primeiro caso de morte pelo Covid-19 no Brasil foi registrado em 23 de janeiro em Minas Gerais. Assinala que, diante do alto nível de contágio e a transição de pessoas entre países, em poucos dias havia casos em diversos estados, incluindo Santa Catarina, que adotou medidas restritivas desde 18 de março, o que também envolveu o comércio, mantendo-se abertos apenas os estabelecimentos de bens considerados essenciais, como supermercados, farmácias, postos de combustíveis e indústrias.

Com base nos dados da cidade e nos 26 dias em que o comércio deixou de funcionar na plenitude, o Sicom Pesquisas estima uma redução de aproximadamente 49% no faturamento do comércio. Em valor, isso significa uma quantia próxima de R$ 54 milhões em termos de perda no movimento em Chapecó, sexto maior PIB do Estado e polo industrial da região e que tem no comércio a participação em aproximadamente 15% do produto interno bruto municipal.

Os dados, explica o responsável pelo Sicom Pesquisas, Douglas Júnior Pires da Silva, não são oficiais, mas conjecturas para os dias de comércio parado até 13 de abril. “Estima-se, que as perdas serão ainda maiores, dado que mesmo com o retorno das atividades a economia levará algum tempo até voltar ao normal”, explica ele. Acrescenta que o aumento do desemprego e as incertezas de uma pandemia que ainda não foi controlada reduzem a confiança das pessoas, com reflexos no consumo e, por extensão, no movimento do comércio em geral. (Extra Comunica).

Receba Notícias no seu WhatasApp?
Clique no link:  https://chat.whatsapp.com/LghOsEwYAqyI6U64hKIOjs

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios