DestaquePolítica

Altair Silva apresenta projeto para inserção de deficientes auditivos no mercado

De volta temporariamente ao parlamento catarinense, o deputado estadual Altair Silva (PP) apresentou nesta terça-feira (30), um projeto de lei que facilita a inserção no mercado de trabalho de pessoas que tenham deficiência auditiva unilateral.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp

Inspirada em uma iniciativa que já é lei em São Paulo, a proposição corrige uma interpretação equivocada que vinha sendo dada na jurisprudência ao ignorar as limitações do indivíduo diagnosticado com audição unilateral, para efeitos de reserva percentual de vaga para cargos e empregos.

“Esperamos que logo o projeto possa se tornar lei, permitindo a esses indivíduos concorrer a cargos nas vagas que as empresas estiverem legalmente obrigadas a preencher”, afirmou Altair, ao apresentar a proposta.

Hoje, ainda é comum alegações periciais que avaliam que a surdez de um dos ouvidos afasta o indivíduo do enquadramento como pessoa com deficiência, para efeitos de legislação. Ao deixar claro no ordenamento jurídico estadual essa questão, haverá mais consistência na avaliação de eventuais casos.

Altair Silva voltou à Alesc temporariamente esta semana. Nos próximos dias, regressa ao cargo de secretário estadual da Agricultura.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios