Destaque

Administração faz ações para manter sob controle o número de internações

Diante da estabilidade das internações em Chapecó a Administração Municipal vai manter o decreto que permite o funcionamento de bares e similares, mas vai adotar algumas medidas de controle, como o fechamento do prolongamento da Avenida Getúlio Vargas. A decisão foi anunciada pelo prefeito João Rodrigues, nesta sexta-feira.

Clique aqui e receba notícias de Chapecó e Região, do Brasil e do mundo pelo WhatsApp!

“Em Chapecó tivemos até uma redução no número de internamentos, mas continuamos em alerta. Quero conclamar os proprietários de bares, restaurantes e similares, para que continuem funcionando como está no decreto municipal, mas a partir de hoje a Guarda Municipal, a Vigilância Sanitária e as forças de segurança vão vistoriar todos os estabelecimentos. Aqueles que estiverem descumprindo o decreto serão penalizados. E o prolongamento da Getúlio Vargas será fechado a partir das 18h de hoje (sexta-feira)”, disse o prefeito.

O diretor de Segurança Pública de Chapecó, Clóvis Leuze, disse que o fechamento vai até às 6h de sábado. No domingo, fecha 18h e fica fechado até a meia-noite de domingo.

O número de internações em Chapecó, entre público e privado, era de 68 pessoas no início da manhã desta sexta-feira, contra 77 do dia 31 de dezembro. O número de internados na UTI caiu de 40 para 39 no período. Na tarde desta sexta-feira já estava em 37. Na enfermaria houve uma redução de 37 leitos ocupados para 29 nesta sexta-feira.

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios