Acadêmicos do curso de Administração revitalizam Ceic Nana Neném

A educação infantil é a primeira etapa escolar das crianças e tem como finalidade o desenvolvimento dos zero aos cinco anos. Porém, para que essa fase seja realizada da melhor forma, é preciso que elas tenham um espaço adequado. Com isso em mente, os acadêmicos do 7º período do curso de Administração da Unochapecó desenvolveram e executaram um projeto de revitalização do Centro de Educação Infantil Comunitário (Ceic) Nana Neném, no bairro Efapi. Após meses de muito trabalho, a reinauguração do espaço ocorreu no último sábado (29/06).

Para a escolha do Ceic, os acadêmicos contaram com a parceria da Associação Educativa Comunitária do bairro (Ecoefapi), que apresentou a situação enfrentada pelo Centro. “O Nana Neném estava passando por dificuldades e as estruturas internas e externas não passavam por reforma há muito tempo. Por isso, decidimos dar uma luz para aquele espaço, trazer alegria novamente para as crianças e renovar as energias das profissionais que trabalham no local”, explica o estudante do curso e gerente do projeto, Anderson Conte.

A ideia de restaurar o Centro surgiu na disciplina de Administração de Projetos, em que os estudantes devem associar os conhecimentos adquiridos na teoria, com uma atividade prática que beneficie a comunidade. Com isso, eles acompanham todas as etapas de um projeto administrativo, do planejamento até a entrega dos resultados.

Inicialmente, a turma revitalizou a área externa do Centro. O piso foi pintado e os estudantes desenharam uma pista de trânsito no pátio com objetivo pedagógico e educativo. As paredes ganharam novas cores, os muros receberam o desenho de um jardim de flores e até mesmo uma casa foi pintada com tinta efeito lousa para estimular a criatividade das crianças.

Em seguida, as salas do Ceic receberam tatames novos, almofadas e brinquedos usados em bom estado, arrecadados pelos acadêmicos do curso. Por fim, foram colocados espelhos nas salas de leitura e no berçário com o objetivo de fazer os pequenos enxergarem seus reflexos e se descobrirem desde cedo.
Desde a escolha da ação a ser desenvolvida, planejamento e apresentação do projeto até a entrega, o processo durou cerca de seis meses e auxiliou os acadêmicos de diversas maneiras. “Fazer parte desta experiência é gratificante e ao mesmo tempo honroso, pois estou fazendo o bem para outras pessoas e aprendendo na prática como é gerenciar um projeto grande e liderar uma equipe de 30 pessoas buscando o melhor resultado possível”, comenta Anderson.

Para professora da disciplina, Daiane Deon, uma das partes mais interessantes do exercício desenvolvido todo ano é o desenvolvimento humano dos estudantes.”É um ganho muito grande. Eles exercitam a parte metodológica da gestão de um projeto, mas também fortalecem suas consciências enquanto cidadãos. Os acadêmicos aprendem o papel que eles podem ter na sociedade e entendem que podem fazer a diferença”, completa. (Informações e fotos Comunicação Unochapecó).